Tenho muita culpa pelo que fiz. Há perdão para mim?

“O Deus que deu uma nova chance para Eva, Davi, Paulo e Pedro pode erguer agora a sua cabeça, olhar dentro de seus olhos e lhe dizer: “Eu não te condeno.””

“Em um dia de desespero, de desorientação, sei lá, nem sei dizer o motivo, resolvi que tiraria a vida da minha bebê de dois meses. Fui para o meu quarto, fechei a porta e coloquei ela no peito para mamar… e, apertei seu narizinho contra meu peito até sufocá-la…até a morte. Eu sei, eu sou um monstro…eu me arrependo amargamente pelo que fiz, e guardo essa dor, essa culpa só pra mim, já que ninguém  sabe o que aconteceu, pois os médicos disseram que foi morte súbita do recém nascido…só quem sabe a verdade sou eu, Deus e você.”

Que drama, hein? Quero falar especialmente com você que não é santo(a), que erra e está sendo esmagado(a) pelo peso da culpa. Pra início de conversa, acredite que o Cristo que jamais se distanciou mais de 300 quilômetros do povoado de Nazaré, onde nasceu, está tão perto de você a ponto de ouvir e sentir sua respiração. Olhe para Ele! Veja Sua grande esperança! A única e poderosa força do Universo luta por você, mesmo sendo tão culpado(a). A Trindade é por você (Hebreus 9:14). Nenhum clamor deixa de ser ouvido, pois Deus não perde uma chance de perdoar e amar. As mãos que desenharam o céu estrelado acolhem suas lágrimas, saram as feridas e desfazem as nuvens escuras com fortes raios de luz, acabam com a obscuridade de todo coração perturbado. Ele não é uma em muitas opções. É a opção de felicidade! Jesus continua escutando suas orações silenciosas e sentindo suas dúvidas mais profundas. Ele não desiste de você! Transforma seu beco sem saída em uma ponte e lhe oferece descanso.

Os dedos que escreveram em tábuas de pedras (Êxodo 31:18) podem lhe tocar agora e remover todo sentimento de culpa deste coração de carne, sangue e pecado (Isaías 6:7). Aproveite este momento, não se culpe, pare de olhar para si, derrame-se aos pés do Mestre, liberte a fragrância de sua fé. Ele já lhe estendeu a mão perfurada mesmo antes de você deslizar e se afundar nesse poço de problemas. Ele ouviu seu gemido, lhe perdoou e já esqueceu seus pecados. Aceite a ajuda de um Deus vencedor! Entregue sua causa Àquele que se revestiu das nossas dores, assumiu todas as culpas e diz: “Está consumado, acabou, farei tudo novo!” Confira em Apocalipse, capítulo 21.

Há nova chance para um coração aflito. Para quem violentou, esquartejou, matou em vez de amar, mentiu, acusou, corrompeu, roubou, assaltou.  Para o pior dos pecadores. Deus perdoa, esquece, limpa, cura, lança a culpa no fundo do mar (Isaías 44:22; 43:25; 58:8-9; Miquéias 7:19; 1 João 1:9; Tiago 5:16; Hebreus 8:12; Números 14:18; Atos 17:30).

Desde o Éden corremos do Criador, e o Deus Todo-poderoso corre para nos salvar. Neste instante, Ele está agindo. O Deus que deu uma nova chance para Eva, Davi, Paulo e Pedro pode erguer agora a sua cabeça, olhar dentro de seus olhos e lhe dizer: “Eu não lhe condeno, pois já paguei a penalidade máxima pelo seu pecado e posso oferecer-lhe o perdão”. Esse amor do Mestre é alívio para seu coração? “Vai e não peques mais!” Vai, recomece tudo de novo, siga para um novo tempo. Seja feliz! Vamos orar? Orar é poder.

“Senhor, muito obrigado(a) pelo perdão. Lava-me com o Teu amor, limpa-me com a Tua misericórdia, veste-me com a Tua graça. Faze-me esquecer das minhas quedas, lembra-me que sou Teu (tua) filho(a). Por favor, restaura, cura minhas emoções. Levanta-me Deus, abraça-me Senhor. Pai nosso, que estás no Céu e bem pertinho de mim. Santificado seja o Teu templo que é a minha mente. Faça-se a Tua escolha e não a minha vontade. Dá-me hoje a misericórdia de cada dia. Pois Teu é o poder, a esperança e a salvação. Amém!”

Fonte: Biblia.com.br