Que atitude devemos ter com os que sofrem de AIDS?

“A AIDS nem sempre é contraída através de um comportamento imoral, mas todas as doenças transmitidas sexualmente podem ser prevenidas obedecendo à vontade de Deus. Não existe sexo seguro fora do casamento. De acordo com a Bíblia, a intimidade sexual é restrita ao matrimônio, que deve ser monogâmico e heterossexual. Esse é o tipo de sexo seguro. Para nos proteger, a Bíblia diz: “Não adulterarás.” (Êxodo 20:14). “Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; é abominação.” (Levítico 18:22).”

Que atitude devemos ter com aqueles que sofrem de AIDS? A Bíblia diz em Gálatas 4:14: “E aquilo que na minha carne era revoltante para vós, não o desprezastes nem o repelistes, antes me recebestes como a um anjo de Deus, mesmo como a Cristo Jesus.”

William Barclay comenta que neste texto “há uma referência ao espinho na carne de Paulo. Quando pela primeira vez os Gálatas o tinham conhecido, estava doente. Sustentou-se que se tratava da perseguição sofrida; das tentações da carne das quais diz não ter podido nunca suprimir; de sua aparência física que os coríntios consideravam desprezível (2 Coríntios 10:10). […] A tradição mais antiga sustenta que o espinho eram violentas dores de cabeça que o deixavam prostrado. Da mesma passagem surgem duas indicações. Os Gálatas lhe teriam dado seus próprios olhos se isto tivesse sido possível. Sugeriu-se que os olhos de Paulo poderiam lhe haver incomodado sempre devido ao fato de que o ofuscamento da glória no caminho a Damasco teria sido tão grande, que em diante só pôde ver confusa e dificultosamente. As palavras ‘não me revelastes desprezo nem desgosto’ significam literalmente ‘não me cuspistes.’” (Barclay, p. 43).

Esta foi uma nobre atitude dos gálatas para com Paulo, e deve ser a nossa para com os que padecem ou estão enfermos. É muito importante ter informações corretas sobre a doença e as formas de contágio, pois isso ajudará a evitar o preconceito e  alienação da pessoa infectada.

A AIDS nem sempre é contraída através de um comportamento imoral, mas todas as doenças transmitidas sexualmente podem ser prevenidas obedecendo a vontade de Deus. Não existe sexo seguro fora do casamento. De acordo com a Bíblia, a intimidade sexual é restrita ao matrimônio, que deve ser monogâmico e heterossexual. Esse é o tipo de sexo seguro. Para nos proteger, a Bíblia diz: “Não adulterarás.” (Êxodo 20:14). “Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; é abominação.” (Levítico 18:22).

Se a enfermidade estiver relacionada a um desvio de conduta moral, podemos ajudar a pessoa a encontrar conforto, paz, perdão e esperança em Cristo Jesus. Se queremos ser perdoados, temos que aprender a perdoar os outros. A Bíblia diz em Mateus 6:15: “Se, porém, não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas.”

Fonte: Biblia.com.br