Os “dias” da criação são literais ou representam eras?

“Alguns afirmam que o dia em hebraico significa “era” e assim concluem que Deus levou algumas ‘eras’ para criar o mundo. A palavra hebraica para dia é “yom”.”

Alguns afirmam que o dia em hebraico significa “era” e assim concluem que Deus levou algumas ‘eras’ para criar o mundo. A palavra hebraica para dia é “yom”. Ela pode realmente referir-se a um período de mais de 24 horas. Mas no caso dos dias da criação, nem de perto isto pode ser, pois quando esta palavra (yom – dia) vem acompanhada de um “número definido”, refere-se indiscutivelmente a um dia de vinte e quatro horas. Isto ocorre nos dias da semana mencionados em Gênesis. Vejamos:

♦ “Houve tarde e manhã, o primeiro dia” (Gênesis 1.5);

♦  “Houve tarde e manhã, o segundo dia” (verso 8);

♦ “Houve tarde e manhã, o terceiro dia” (verso 13);

♦ “Houve tarde e manhã, o quarto dia” (verso 19);

♦ “Houve tarde e manhã, o quinto dia” (verso 23);

♦ “Houve tarde e manhã, o sexto dia” (verso 31);

“E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera” (Gênesis 2.3). Biblicamente (e de acordo com o original hebraico), portanto:

Numero definido + a palavra hebraica Yom (dia) = dia de 24 horas.

Deve-se ressaltar também outros fatos importantes que nos impedem de crer que Deus tenha criado o mundo em “eras” ao invés de criá-lo em “dias”: “A própria redação da narrativa, no original, indica a curteza do tempo, a rapidez da Criação, a momentaneidade dos fatos” 1. Ex: “Faça-se a ..” “Produza a terra…”. Isto está em plena harmonia com o que diz Salmo 33.6 e 9: “Os céus por sua palavra se fizeram, e, pelo sopro de sua boca, o exército deles… Pois ele falou, e tudo se fez; ele ordenou, e tudo passou a existir”.

O fato de as plantas, a relva, a forragem terem surgido no terceiro dia, e continuarem vivendo nos dias subseqüentes da Criação, servindo de alimento para os animais, comprova que estes dias eram de fato dias solares. Primeiro porque no dia imediato surgiu o Sol, segundo porque os animais criados no quinto e sexto dias precisavam de vegetação para sobreviverem.

Atente-se, sobretudo para este fato, que é da mais alta importância. No terceiro dia surgiram as plantas, ao passo que os animais surgiram no quinto dia. Ora, as plantas que deitam flores dependem dos insetos para reproduzirem, pois eles lhes transferem o pólen. As plantas fanerogâmicas só se reproduzem pela polinização, e esta é feita pelos insetos. Como estas plantas poderiam esperar eras pelos insetos? A verdade é que esperam apenas um dia, o quarto…. já no quinto havia insetos, e eles trabalharam na polinização, porque é a lei da Natureza em vigor desde a Criação, como o é a reprodução animal. Informa-nos Clarke que mudas de trevo vermelho foram levadas, certa vez, da Inglaterra para a Austrália. Um mês depois, feneceram. Por quê? Faltou a ponilização. Com outra remessa de mudas de trevo foram também as abelhas polinizadoras. O resultado foi excelente, havendo reprodução abundante 2

Os versos falam que a semana da criação era composta de “tarde e manhã”, e não de “milhares de anos”. Um aspecto importante a destacarmos para que não “encontremos contradições” na Bíblia é que devemos entender corretamente 2 Pedro 3.8 que diz: “Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que, para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia.” Pedro não está dizendo que cada dia da criação equivale a mil anos pelas seguintes razões:

1. Ele não estava falando da criação do Gênesis, mas, da volta de Jesus. Por isso, o argumento dele é o de que o Senhor sabe melhor que ninguém o dia que tem de voltar a esse mundo para terminar com o pecado.

2. A conjunção comparativa – como (como mil anos) está apenas comparando um dia de 24h com mil anos porque Deus é eterno e, para Ele, não faz diferença um dia de mil anos. Pedro não usou o termo “um dia é mil anos”. Portanto, ele comparou um dia com mil anos e não afirmou que um dia é mil anos.

A palavra yom pode ter um sentido elástico, mas no caso de ser acompanhada por um numeral não pode ter outro significado a não ser o de um dia composto por 24 horas. Se cada dia da criação equivalesse a eras, as plantas teriam morrido sem Sol (que surgiu depois) e sem os insetos polinizadores. Como as plantas agüentariam tanto tempo sem a luz do sol e sem os insetos para efetuarem sua polinização?

Parabéns por seu interesse pela Bíblia. Queremos que o amor por Cristo seja para você um incentivo em se aprofundar cada vez mais nas maravilhas da Palavra de Deus que podem nos tornar sábios para a salvação.

Fonte: Biblia.com.br

_______________

1 Arnaldo B. Christianini. Radiografia do Jeovismo. p. 156.

2 Idem, p. 157 e 158, adaptado.