O que posso fazer para mudar o meu caráter?

“O processo de aperfeiçoamento e preparação pelo qual o cristão passa durante sua vida para ser um cidadão do reino de Deus chama-se santificação.”

Leandro Soares de Quadros

“Tenho alguns pontos “pontos fracos” em meu caráter. O que posso fazer para mudá-los?”

O processo de aperfeiçoamento e preparação pelo qual o cristão passa durante sua vida para ser um cidadão do reino de Deus chama-se santificação. Santificação seria o ato de o Espírito Santo a cada dia moldar o caráter humano à semelhança do caráter de Jesus Cristo.

Em nossa caminhada rumo à santificação vivenciamos altos e baixos. Isto ocorre porque estamos crescendo. Quando passamos por fracassos isto não quer dizer que estamos perdidos; é sinal de que estamos na luta pelo desenvolvimento e que há algo em nós que pode e deve ser mudado.
O fato de cairmos hoje não deve nos levar a pensar que não poderemos nos levantar agora mesmo. Quando caímos, não precisamos permanecer prostrados (só que queiramos), pois temos um Deus que é maior que nossas fraquezas.

Não desanime por, quem sabe, ainda não ter vencido seus pontos fracos. A santificação é algo que ocorre durante a vida toda. Isto quer dizer que você poderá obter conquistas até a Volta do Senhor Jesus. Não deve esperar conseguir superar todos os maus traços de caráter de uma vez.

Às vezes é necessário mais tempo para vencer um mau hábito. O maravilhoso é que Deus conhece a sua e a minha estrutura emocional e genética de modo a compreender nossas lutas e ser paciente para conosco.

A Palavra de Deus não nos deixa em trevas quanto à maneira de eliminarmos nossos pontos fracos. Gostaria de repartir com você algumas sugestões para que isto possa ser uma realidade em sua vida:

1) Reconheça que você precisa da ajuda de Deus: “Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do SENHOR, que fez o céu e a terra” (Salmo 121:1-2).
Jesus mesmo disse em João 15:5 que “Sem Ele, nada podemos fazer”.

2) Queira mudar: “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável” (Salmo 51:10).

Todo aquele que quer ser alguém melhor precisa querer sê-lo. Sugiro que faça uma lista de seus defeitos e ore a Deus pela vitória sobre cada um deles.

3) Deseje muito a presença do Espírito Santo em sua vida: “Não me repulses da tua presença, nem me retires o teu Santo Espírito” (Salmos 51:11).

Sem a presença da Terceira Pessoa da Trindade em nossa vida é impossível a vitória. O Espírito Santo é “outro consolador da mesma espécie de Jesus”, o agente refreador do mal. Sua Divina missão é acompanhar o ser humano durante sua vida de santificação, assistir-lhe e dar-lhe forças para vencer: “Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis” (Romanos 8:26).

Neste exato momento você poderá orar ao Espírito Santo e pedir que Ele atue em sua vida. Fiz isto e estou obtendo muitos resultados positivos.

4) Persevere na oração: “regozijai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, na oração, perseverantes” (Romanos 12:12).

Hoje se pode comprovar cientificamente os benefícios da oração.

5) Não desista de ser um cristão: “Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma”  (Hebreus 10:35-39).
Interromper o relacionamento de amor e amizade com Jesus é fatal. Lembre-se que pior do que cair é “cair e não se levantar”. Se ao lado de Jesus temos de lutar para sermos vencedores, imagine o que poderá acontecer se decidirmos enfrentar esta batalha contra o próprio eu sozinhos…

6) Não se coloque no terreno de Satanás: “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo” (1 Pedro 5:8-9).

Muitos não vencem suas tendências pecaminosas porque não se afastam das coisas que os levam a errar. Veja por exemplo uma pessoa que sofre por ser viciada no cigarro: como poderá parar de usar se continuar constantemente em lugares onde há muitos fumantes e permanecer com um maço no bolso? O mesmo ocorre na vida espiritual. Se não deixarmos de frequentar ambientes impróprios; se mantivermos um relacionamento próximo de pessoas que têm o mesmo mau hábito e que não querem mudar; se não decidirmos excluir de nossa presença tudo aquilo que nos impulsione ao erro, seremos vítimas de nossa própria existência.

7) Cultive bons pensamentos: “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento” (Filipenses 4:8).

Somos aquilo que pensamos. Pense em coisas boas, que elevem seu caráter. Corte qualquer pensamento que o leve ao pecado ou que o deixe triste. Aprender a gerenciar os pensamentos, ou seja, cuidar para que nada de ruim fique na mente, é um dos grandes segredos para o êxito. Coloque perante seus olhos apenas aquilo que estiver de acordo com os princípios de Filipenses 4:8. Isto também se aplica ao tipo de coisas que você irá ouvir.

8) Fale com um conselheiro espiritual de sua confiança:

Pode acontecer de precisarmos da ajuda de um líder espiritual ou conselheiro cristão para deixar de lado aquele padrão de comportamento que nos faz errar. Mesmo não havendo justificativas para o pecado, deve-se ressaltar um tipo de ansiedade não controlada pode servir de gatilho para disparar uma atitude pecaminosa.

Não sinta vergonha de procurar um profissional especializado. Deus capacita certas pessoas para nos ajudar a lutar contra o pecado. O Deus que não pode mentir prometeu que fará a parte dEle em lhe ajudar a vencer os seus maus traços de caráter: “Ora, o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar” (1 Pedro 5:10). “Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus” (Filipenses 1:6).

Portanto, alimente esta certeza, creia em Seu perdão e de modo algum desista, pois de acordo com a Segunda Carta de Paulo a Timóteo 4:8, “a coroa da justiça está guardada para você, a qual o Senhor, reto juiz, dará para você naquele Dia; e não somente a você, mas também a todos quantos amam a sua vinda.”

Jamais esqueça de que nosso Criador é o Deus das Novas Oportunidades.

Fonte: Biblia.com.br