O que é o amor? Como saber se aquilo que sinto é realmente amor?

“O que é o amor? Conheça as dez diferenças entre amor e paixão.”

O que é o amor? Pergunta difícil, não? Bem, antes de mais nada, precisamos entender que as coisas mais importantes da vida são as mais difíceis de serem definidas. Por exemplo: fé, paz, tempo, adoração, esperança, felicidade e, é claro, amor. Sabemos até demonstrá-las, com certa dificuldade, através de exemplos práticos. Porém, explicar verbalmente o que é o amor não nos consumirá mais do que cinco segundos. Em certo sentido, isso não é completamente ruim, pois o amor, assim como outras palavras citadas acima, não é uma teoria, mas um princípio prático direcionado para uma outra pessoa. Não se ama com palavras. Ama-se com gestos. Gosto da declaração de Charles Swindoll: “O amor não é amor, enquanto não for dedicado a alguém”. Embora envolva sentimento, o amor é mais do que isso: é um princípio divino concedido às criaturas, que envolve escolha e atitude em favor de outros (1 João 3:18). Os autores K. Casey e D. Spohr escreveram: “Amar é primeiro uma decisão, depois uma ação e em seguida um valor.”

O amor de Deus pela humanidade é o amor completo, incondicional. O amor que une duas pessoas que planejam se casar deve ter um componente de atratividade física e sexual. Mas não deve ser apenas uma atração. Deve ser também uma escolha e um compromisso.

No Livro de Jaime Kemp, “Antes de Dizer Sim”, encontramos 10 diferenças entre amor e paixão:

Paixão:

1- A paixão romântica pode surgir diferente, como o raio corta o céu.

2- A paixão romântica acontece por você achar alguém o máximo, sem, no entanto, conhecer suas qualidades ou defeitos.

3- A paixão, na verdade, vê a outra pessoa como um meio de se conseguir alguma coisa: segurança, carinho, sexo, etc.

4- É possível apaixonar-se por duas ou mais pessoas ao mesmo tempo.

5- Uma pessoa apaixonada “vive nas nuvens”, fora da realidade.

6- Para o apaixonado, o visual da outra pessoa é fundamental.

7- A paixão aprecia estar com a outra pessoa pela excitação sexual que ela provoca.

8- Uma pessoa apaixonada usa “máscaras” para agradar sempre e não decepcionar o outro.

9- As afinidades nem sempre são fortes e definitivas. A atração é mais física do que emocional e intelectual.

10- Os pais acham que, antes de pensar em algo mais sério, é preciso dar mais tempo.

Amor:

1- O amor cresce devagar, como uma árvore.

2- O amor continua crescendo mesmo depois de perceber que a outra pessoa dá “suas mancadas”.

3- O amor está interessado no bem-estar e felicidade da outra pessoa.

4- O amor se dedica exclusivamente a uma só pessoa.

5- O amor sonha, mas sem exageros. Sabe equilibrar os sonhos com a realidade.

6- Para quem ama, o relacionamento total é mais importante do que a atração física.

7- O amor gosta de estar com a outra pessoa por amizade, companheirismo, carinho.

8- O amor é o que é. Não tem medo de mostrar falhas e virtudes.

9- Há muita afinidade. Interesses, alvos, valores, atividades, ou mesmo só uma boa conversa.

10- Os pais apreciam a pessoa com quem se está namorando e incentivam para que se conheçam melhor.

Cânticos dos Cânticos 8:7: “As muitas águas não poderiam apagar o amor, nem os rios, afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens da sua casa pelo amor, seria de todo desprezado. ”

Se o amor que você sente é este, então vá em frente. Ore, mas deixe tudo nas mãos de Deus para que seja feita a vontade dEle, pois Ele é fiel e quer o melhor para você!

Fonte: Biblia.com.br