O que a Bíblia fala sobre reavivamento?

“Quando falamos de avivamento ou despertamento, sempre vem à nossa mente a ideia de manifestações poderosas e visíveis do Senhor. Sempre pensamos em Deus agindo de maneira grandiosa através do Espírito Santo.”

Quando falamos de avivamento ou despertamento, sempre vem à nossa mente a ideia de manifestações poderosas e visíveis do Senhor. Sempre pensamos em Deus agindo de maneira grandiosa através do Espírito Santo. Realmente, às vezes, o Senhor se revela de maneira poderosa e visível em nossas vidas. Mas isso nem sempre é assim. Às vezes, Deus também age de maneira diferente, e um despertamento pode se manifestar de maneira bem diversa.

Quando acontece isso? Quando Deus decide deixar um despertamento acontecer em pequena escala, dentro da vida de uma só pessoa. Avivamento significa em primeiro lugar que os crentes mornos, cansados, despertem para uma nova vida espiritual e entrem outra vez em contato com “rios de água viva”. Ou expressando-o com uma passagem bíblica: “… a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus” (Colossenses 3:3). Esse é quase sempre o início de um avivamento.

Quando se fala em rios de água viva e em despertamento nós geralmente pensamos em acontecimentos espetaculares. Entretanto, o acontecimento maior e mais espetacular é quando filhos de Deus que estavam mornos e cansados espiritualmente se tornam outra vez ardorosos pelo Senhor; quando em suas vidas começam a jorrar outra vez os “rios de água viva”.

O amor a Deus leva possibilita o amor ao próximo e ao desejo de servir ao semelhante. Portanto, o avivamento conduz à uma reforma de vida. Confira o pensamento do salmista a respeito do avivamento: “Dá-me novamente a alegria da tua salvação e conserva em mim o desejo de ser obediente” (Salmos 51:12 – NTLH).

Fonte: Biblia.com.br