Depressão não é possessão

“Algumas pessoas desinformadas dizem que depressão é possessão demoníaca. Isto é uma desinformação. O artigo elaborado pelo professor Leandro Quadros esclarecesse essa questão.”

Prof. Leandro Quadros

“Sou cristão e tenho sofrido muito com um transtorno depressivo. Estou muito ansioso e sinto-me incapaz de fazer qualquer coisa boa em relação a mim e aos outros. Muitas pessoas associam a depressão à possessão demoníaca. Sofro quando dizem que sou um possesso. Fico com a impressão de que a culpa é minha, que fui eu quem buscou e que estou pagando por isso. A depressão é causada por influência de demônios?”

No seu caso, creio que seus irmãos na fé só vão parar de julgá-lo mal se obtiverem informações sobre a depressão. Enquanto não conhecerem o assunto não terão palavras sábias para lhe dizer.

Você precisa reconhecer e aceitar que não poderá mudar a opinião deles. Eles devem buscar por si mesmos informar-se mais sobre esse tipo de doença a fim de entenderem que os cristãos também podem sofrer de depressão. Jesus, quando estava para morrer, sentiu uma profunda tristeza. Veja: “Então, lhes disse: A minha alma está profundamente triste até à morte; ficai aqui e vigiai comigo” (Mateus 26:38).

Será que alguém seria tão ousado em dizer que Jesus “não era cristão” ou que “estava possesso” por ter passado por momentos de depressão? Creio que ninguém em são juízo afirmaria algo tão absurdo. Portanto, fique tranquilo: você não sofre de possessão.

Com a experiência de Cristo podemos aprender que Ele teve momentos de depressão, mas, que não se tornou um depressivo. Como? Ele soube lidar com a tristeza profunda. Bateu de frente com ela. Sentiu a dor. Ficou triste sem deixar que o desespero tomasse conta. Alimentou pensamentos positivos (Filipenses 4:8) porque sabia o importante papel que os bons pensamentos têm na superação das crises. Pediu ajuda a Deus Pai. Fazendo isso, Jesus protegeu a emoção.

Você precisa fazer pelos menos 4 coisas (além de continuar seu tratamento):

1) Deixar de se preocupar com o que os outros pensam ou vão pensar sobre você. Conforme escrevi antes, você não poderá mudar a mente dos seus irmãos. Por isso, viva a sua vida e não justifique a sua doença a ninguém. Não conte dos seus sentimentos a pessoas que não sabem guardar segredo ou que irão acusar você de “estar possesso” ou “afastado de Deus”. Só abra o coração para aqueles que não são ignorantes quanto ao assunto da depressão.

2) Adquirir, um dia de cada vez, bons hábitos alimentares e praticar exercícios físicos com urgência. Uma pessoa deprimida que não faz exercícios, dificilmente se recuperará. Já quem tem uma atividade física pelo menos 3 vezes por semana, dificilmente não se recupera da depressão. O exercício produz hormônios naturais no cérebro que dão alegria. Algo excelente no combate à depressão!

3) Fazer uso de chás naturais. Especialistas têm dito que o chá de erva-de-são-joão é eficaz no tratamento da depressão. Fale com seu médico sobre isso.

4) Abrir o coração a Jesus todos os dias, falando-Lhe sobre a sua depressão. Conte a Ele tudo o que sente. Peça a Ele que o cure no fundo de sua mente, que atue nas suas emoções. Ele está no Seu consultório particular aguardando você.

E, nessa oração, peça a Ele que lhe ajude a descobrir em qual (s) área (s) de sua vida precisa crescer. Onde você precisa melhorar. Pergunte a Ele sobre o momento de sua vida em que não conseguiu lidar com uma situação ruim. E, quando Ele mostrar a você, bata de frente com a dor. Peça-Lhe ajuda para encarar o problema, pois, fazendo assim, virá a cura. Que Deus lhe abençoe!

Fonte: Biblia.com.br