Como morreu o Apóstolo Pedro?

“A tradição cristã antiga relata repetidas vezes, que ele morreu em Roma durante a perseguição encabeçada por Nero, possivelmente em 65 d.C.”

Jesus já havia dito que os discípulos seriam perseguidos e mortos (João 16:1, 2). Depois que Cristo morreu e ressuscitou, Ele se reencontrou com Pedro e, no final do diálogo, disse: “Em verdade, em verdade te digo que, quando eras mais moço, tu te cingias a ti mesmo e andavas por onde querias; quando, porém, fores velho, estenderás as mãos, e outro te cingirá e te levará para onde não queres. Disse isto para significar com que gênero de morte Pedro havia de glorificar a Deus. Depois de assim falar, acrescentou-lhe: Segue-me” (João 21:18-19).

Pedro deveria seguir Jesus. A partir desse diálogo subentende-se Pedro foi martirizado, mas a Bíblia não fala nada sobre como ocorreu a sua morte. A tradição cristã antiga relata repetidas vezes, que ele morreu em Roma durante a perseguição encabeçada por Nero, possivelmente em 65 d.C.

“Hegessipo diz que Nero procurava fatos contra Pedro para condená-lo à morte. Quando o povo percebeu isso, rogaram a Pedro, com muita insistência, para que ele fugisse da cidade. Pedro no fim foi persuadido pelos importunos pedidos e preparou-se para a fuga. Porém, ao chegar ao portão da cidade, viu o Senhor Jesus Cristo vindo ao seu encontro, a quem Pedro, adorando, disse: — Senhor, para onde vais tu? — Ao que Ele respondeu dizendo: — Estou voltando para ser crucificado. — Assim Pedro, percebendo que com essas palavras o Senhor se referia ao martírio do qual ele estava fugindo, voltou para a cidade. Jerônimo diz que ele foi crucificado, com a cabeça para baixo e os pés para o alto a pedido dele mesmo porque era — disse ele — indigno de ser crucificado do mesmo modo e jeito como o fora o Senhor.” (John Foxe, O Livro dos Mártires, p. 21, 22).

Fonte: Biblia.com.br