Base teológica para o dízimo (introdução)

˜Teologicamente, a benção precede o ato de dizimar. Sem essa benção preliminar é impossível dizimar. (…) Dizimar é o reconhecimento da bondade de Deus e, portanto, sempre uma resposta e não um prelúdio.˜

“A narrativa apresenta certos conceitos teológicos que espalham luz sobre o significado do dízimo. Esses conceitos, que fundamentam a prática do dizimar, sugerem que dizimar não é fenômeno isolado na experiência religiosa de uma pessoa, mas pertence à compreensão teológica do mundo ao nosso redor e nossa função dentro dele.”1

Deus é Criador2

A palavra hebraica traduzida como “Criador” (qanah) vem de uma raiz que significa “adquirir, possuir”. (…) Tudo no céu e na terra pertencem ao Senhor porque Ele os criou. O direito de propriedade é baseado em Sua atividade como Criador. (…)

Deus é Quem dá as bênçãos

(…) Teologicamente, a benção precede o ato de dizimar. Sem essa benção preliminar é impossível dizimar.

As bênçãos sempre são uma expressão de Seu amor e cuidado por nós. Dizimar é o reconhecimento da bondade de Deus e, portanto, sempre uma resposta e não um prelúdio.
Abraão estava bem seguro do fato de que quem o enriquecia era o Senhor. Estava persuadido de que sua segurança financeira não dependia de qualquer poder, mas das bênçãos de Deus. (…) (Veja Gênesis 14:21-23)

A segunda referencia de dízimo na Bíblia é encontrada em Gênesis 28:22 onde lemos: “… e de tudo quanto me concederes, certamente eu te darei o dízimo.”

Deus preserva a vida humana3

A narrativa sugere que o dizimar tem motivações teológicas. Nesse caso específico, o dízimo de Abraão foi “o reconhecimento que foi o Deus Altíssimo que lhe deu a vitória” (verso 20)…

Há implicação é que a vida é tão frágil que não pode ser plenamente preservada por esforços humanos. Há forças que ameaçam a vida do homem e só Deus pode derrota-las completamente. (…) Portanto, dizimar expressa o fato de que a vida não nos pertence, mas é do Senhor (não só porque nos criou, mas porque nos preserva num mundo de pecado e morte). «Continue a leitura»

Fonte: Biblia.com.br

_______________

1 Angel M.Rodriguez, Teologia dos Dízimos e Ofertas, p. 46.

2 Idem, p. 47.

3 Ibidem, p. 48.